terça-feira, 3 de agosto de 2010

Instrumentos e Flarm

Interessante também são os instrumentos, não existe consenso cada equipe no final leva o equipamento vendido próximo de casa.  Os americanos e canadenses, além do Blois, com o Clear Nav, muito Zander também e LX8000, cujo fabricante tem um chalé no aeroclube que fica a 8km daqui (ponto de virada 099). Muitos pilotos bem treinados, isso é fácil de perceber, por outro lado muito acostumados a voar nos "paliteiros", que ainda me deixam um pouco tenso, mas bem menos que no início.   Irei fotografar alguns painéis se der tempo !

Flarm é consenso, quase todos tem, apesar de não ser obrigatório.  Ajudou muito nos dias com visibilidade reduzida quando voamos proximo a base em direção oposta, como o tempo está mais azul não faz tanta diferença.  Na térmica com 30 planadores até atrapalha um pouco, pois o alarme soa com bastante frequencia.  Mas creio ser um grande aumento na segurança, eu que era contra o uso de Flarm no Brasil, mudei de idéia totalmente.  E se fizermos uma compra em quantidade teremos um bom desconto, já conversando com o pessoal da LX, e como é instrumento aeronáutico é isento da maioria dos impostos.  

Tem o instrumento Butterfly que muitos estão usando (o Blois também tem) que é um display que mostra visualmente os outros planadores e ainda calcula a taxa de subida dos outros... aí o que acontece, um monte de gente coloca o Flarm no modulo "stealth" então por 5 minutos o Flarm não é detectado o que não é um grande problema de segurança, pois o Flarm ajuda mais quando estamos navegando, na térmica vale mesmo é olhar para fora.  
Já é possível usar um display que agrega informações do Flarm , Transponder e o futuro ADS-b, ou seja praticamente um TCAS (radar anti colisão) no pequeno painel de planador.  Para o Brasil essa pode ser uma interessante solução.  Ainda meio cara, o instrumento é fabricado pela Garrecht (Volokslogger) e outros também.  Fica assim:
- Flarm box
- TCA transponder box
- Visor LCD que pode ser Butterfly, LX, PDA, etc que consolida esses dados e temos na prática um Traffic Avoidance System bem melhor que os portáteis tipo ZAON.

Depois tem que pesquisar com calma, mas é o caminho anti colisão mesmo.

Hoje a noite palestra da OSTIV sobre segurança de vôo e novas idéias

2 comentários:

Daniel Burd disse...

Thomas, tenho lido diariamente seu blog. Continue nos alimentando. Estou na torcida!

Norberto M disse...

Thomas,
Sobre os instrumentos, se possivel, identifique os links para os fabricantes. Boa Sorte e bons voos. Abraco.